fbpx

Como costurar ideias: faça conexões sequenciais

No artigo anterior, expliquei como podemos costurar ideias por referência. Nele, você aprendeu a substituir nomes por pronomes. Para dar continuidade à série de conexões, hoje vou ensinar a conexão sequencial. Para recordarmos… Sempre que você quiser retomar a ideia principal do seu comunicado, lembre-se de utilizar conectores. Eles facilitam – e muito! – a […]

No artigo anterior, expliquei como podemos costurar ideias por referência. Nele, você aprendeu a substituir nomes por pronomes.

Para dar continuidade à série de conexões, hoje vou ensinar a conexão sequencial.

Para recordarmos…

Sempre que você quiser retomar a ideia principal do seu comunicado, lembre-se de utilizar conectores. Eles facilitam – e muito! – a compreensão de um texto, pois a função deles é conectar uma ideia na outra. Uma vez criada a sequência lógica das ideias, seu texto estará bem estruturado. Lembre-se sempre: a escrita é uma sequência de ideias coladas, umas nas outras, pela lógica.

Conexão por sequência

As conexões sequenciais são ganchos que ligam períodos e parágrafos. Neste tipo de  mecanismo, quem age são conjunções, indicadores de tempo e preposições.

Por que utilizá-los? É sempre bom lembrar que a característica mais importante de um texto é a clareza. Sem clareza, o leitor fica confuso, e você não alcança o seu objetivo. Se isso acontecer, você terá retrabalho pela frente. Ao contrário, conexões sequenciais, quando bem utilizadas, elevam a qualidade do seu texto, pois a leitura fica suave, sem sofrimento.

Sinta os diferentes efeitos que as conjunções produzem na conexão sequencial destes exemplos:

  1. Carros importados custam caro; porém, têm ótimo desempenho. Por isso, Alan os comprava.

porém – serve para inverter o sentido da ideia: custam caro (é ruim) porém  têm ótimo desempenho (é bom)

por isso – serve para anunciar uma consequência, uma conclusão: por isso (o ótimo desempenho) Alan comprava (carros importados).

  1. Carros importados custam caro porque têm ótimo desempenho. Mesmo assim, Alan os comprava.

porque  – serve para explicar: custam caro, porque têm ótimo desempenho.

mesmo assim – mostra aceitação, tolerância a algo: mesmo sendo caros, Alan aceitava comprar carros importados.

Agora é a vez das preposições. Sinta os efeitos que elas produzem na conexão sequencial destes exemplos:

  1. Sofia falou para o Raul, seu primo mais chegado, que ia viajar até o Chile. Então, convidou uma amiga; e foi com
  2. Sofia falou com o Raul, seu primo mais chegado, sobre viajar pelo o Chile. Então, convidou uma amiga; mas foi sem

 

até o Chile – limite da viagem, onde ela termina

pelo o Chile – viagem através do país, dentro dele

 

foi com ela – companhia

foi sem ela – oposto; foi só

 

Seja qual for o público, as histórias que lhes contamos diariamente precisam ser claras e objetivas.

No próximo texto, você aprenderá conexão por substituição e conexão por repetição.

[Veja também meu curso online Comunicação Escrita: ferramenta de sucesso]

Até mais,  

Blog da Escrita

Machado de Assis era negro!

Os movimentos antirracistas me inspiraram a render honrarias a um menino pobre e preto, nascido em 21 de junho 1839, em um morro do Rio de Janeiro. Esse filho de pai negro e mãe branca é – quem diria! –  Machado de Assis, fundador da Academia Brasileira de Letras. Mas em sociedades racistas, figuras de […]

Leia Mais

Língua é poder: conheça linguagens sem palavras

É por meio da linguagem que nós influenciamos e somos influenciados! O tempo todo, criamos símbolos para comunicarmos o que desejamos, pensamos e sentimos. Linguagem é tudo isso – a maneira como nos expressamos.   E o mundo tem um oceano de linguagens, como a fala e a escrita. Mas, além desses 2 aspectos, elas […]

Leia Mais

Conheça meu curso EAD : “Comunicação escrita: ferramenta de sucesso”

Como muitos já sabem, em maio vou lançar o meu curso EAD sobre como escrever no mundo profissional. Ele tem o objetivo de ajudar você a progredir em sua carreira e em sua vida pessoal por meio de aulas rápidas, práticas e relevantes. Cursos à distância têm se tornado cada vez mais comuns para quem […]

Leia Mais

Como costurar ideias: faça conexões sequenciais

No artigo anterior, expliquei como podemos costurar ideias por referência. Nele, você aprendeu a substituir nomes por pronomes. Para dar continuidade à série de conexões, hoje vou ensinar a conexão sequencial. Para recordarmos… Sempre que você quiser retomar a ideia principal do seu comunicado, lembre-se de utilizar conectores. Eles facilitam – e muito! – a […]

Leia Mais

Como costurar ideias: conecte por referência

Você escreve, escreve e apaga. Novamente tenta porque viu que o texto ficou bagunçado. As ideias não estão se conectando; mas você não desiste porque seu chefe está cobrando, e colocar no papel é urgente. Tudo bem… muitas pessoas passam por essa situação. Por isso, resolvi escrever uma série de artigos sobre CONECTORES. No primeiro […]

Leia Mais

Como tirar o melhor proveito do imperativo?

Você se sente pisando em ovos na hora de dar uma ordem por escrito, especialmente para pessoas que ocupam um lugar superior ao seu, no trabalho ou na sociedade? A maioria dos brasileiros sim! É uma questão cultural.   Não gostamos de dar e nem de receber ordens, ainda mais se for por escrito. Muitas […]

Leia Mais

Como conectar ideias

Tudo o que você escreve é uma história. Uma história que você conta para uma, ou para muitas pessoas. Pode ser um comunicado, um relatório cheio de números, um processo judicial, ou a fábula dos 3 porquinhos. Para que as suas histórias sejam bem entendidas, tenha em mente que a escrita é uma sequência de […]

Leia Mais

Como saber se escrevo com clareza

Você já escreveu algum e-mail e, logo em seguida, alguém veio perguntar o que aquele ‘textão’ queria dizer? Ou já demoraram muito para te dar um retorno porque não entenderam absolutamente nada do que você escreveu? É comum a resposta ser SIM para uma dessas perguntas. Nesta era, em que e-mails e mensagens de textos […]

Leia Mais

Como transformar uma ideia em escrita

Quando você recebe um comunicado, vai logo procurando o recado que o autor quer passar, pois você precisa captar a mensagem dele e decidir o que fazer com ela; até deletar, se for o caso. Quanto mais fácil de ler, mais rápido você segue a vida. No post de hoje, vou explicar como construir a […]

Leia Mais