Como tirar o melhor proveito do imperativo?

Você se sente pisando em ovos na hora de dar uma ordem por escrito, especialmente para pessoas que ocupam um lugar superior ao seu, no trabalho ou na sociedade? A maioria dos brasileiros sim! É uma questão cultural.   Não gostamos de dar e nem de receber ordens, ainda mais se for por escrito. Muitas […]

Você se sente pisando em ovos na hora de dar uma ordem por escrito, especialmente para pessoas que ocupam um lugar superior ao seu, no trabalho ou na sociedade? A maioria dos brasileiros sim! É uma questão cultural.

 

Não gostamos de dar e nem de receber ordens, ainda mais se for por escrito. Muitas vezes, o medo estimula a nossa criatividade para fugirmos do Imperativo, o modo verbal que dá ordens e comandos, faz pedidos, dá conselhos, dita instruções, solicita, convida.

 

Medo de parecer arrogante e acabar prejudicando a própria imagem, medo de azedar o clima no ambiente de trabalho, medo de perder o emprego ou posição social.

 

Mas apesar da cara de mandão, o Imperativo traz os melhores resultados à sua carreira profissional., porque ele convence, motiva e chama o seu leitor para ação. A dica é saber usá-lo com equilíbrio e respeito para não se confundir com autoritarismo.

O imperativo faz a pessoa prestar mais atenção naquilo que ela lê. É a melhor forma de passar a mensagem com firmeza, quando se trata de um comando.

Por exemplo, use imperativo, para definir um prazo, o foco da mensagem:

1)

Vago: Bom dia, Ana. Nosso time vai se reunir amanhã, às 17h, aqui em São Paulo. A apresentação do plano deve ser finalizada ainda hoje.

Exato: Bom dia, Ana! Por favor, finalize a apresentação ainda hoje, pois nosso time vai se reunir amanhã, às 17h, aqui em São Paulo.

“… deve ser finalizada” é ação sem dono, o truque perigoso da voz passiva para fugir do imperativo. O risco é a Ana ficar confusa e não seguir a ordem, não finalizar o plano antes da reunião. Já, o imperativo “finalize”, demonstra, com precisão, uma ordem, direta para a leitora Ana.

Agora, imagine uma campanha de saúde que evitasse o imperativo:

 

2)

Vago: Pedimos a gentileza de cobrir a caixa d’água para combater a dengue.

 

Exato: Cubra caixas d’água, vasilhas e pneus para combater a dengue.

cobrir” é o verbo no infinitivo; ação sem sujeito. É outra perigosa tática para fugir do imperativo, pois falta comando. O verbo não estimula  o leitor a agir.

Diferente do verbo “cubra”, no imperativo, que induz o leitor a agir por algum motivo forte. Chama o leitor para a importante ação de prevenir a dengue.

 

Ou quando você dá um comando disfarçado

 

3)

Vago: O melhor é usar uma roupa mais formal nesse evento.

 

Exato: Por favor, use roupa formal nesse evento.

 

Como vimos, o imperativo é o modo verbal imprescindível para evitar falhas na comunicação, se o seu objetivo é pedir, aconselhar, dar instruções, solicitar, ou convidar.

Tire o melhor proveito do imperativo: a voz que comanda sem ferir.

[Veja também meu curso online Comunicação Escrita: ferramenta de sucesso]

Até o próximo aprendizado!

Um abraço da Clara

Blog da Escrita

O poder de uma simples vírgula

A vírgula não é uma pausa para deixar o leitor respirar, nem é confete que se joga no texto, e caia onde cair! A vírgula é um sinal poderoso e fundamental para dar sentido ao que queremos comunicar, para conectar as nossas ideias. Só que ela é mal compreendida e, por isso, é mal-usada. Mas, […]

Leia Mais

Você se lembra como usar os sinais de pontuação corretamente?

Desde a mais tenra idade escolar, somos ensinados sobre as regras que garantem a lógica e a coerência das ideias que queremos transmitir por meio da comunicação escrita. Além das vogais, das sílabas, verbos entre outras coisas, aprendemos a pontuação em frases. Uau, você ainda se lembra disso? Com o advento da comunicação rápida, parece […]

Leia Mais

Escrever para convencer, para conquistar

Você já parou para pensar que estamos passando cada vez mais tempo conectados? Pois é! Confinados dentro de casa, passamos a maior parte do tempo online escrevendo ou lendo textos que alguém escreveu. Há algum tempo ouvi dizer que escrever estava fora de moda, mas esta forma de comunicação evoluiu tanto que hoje ocupa o […]

Leia Mais

Você sabia que advogado é a profissão que mais cresce no mundo?

Como você já deve ter percebido, eu sou muito curiosa. Navegando pela internet, descobri que uma das profissões que mais crescem em todo o planeta é a do advogado. E o Brasil concentra a maior quantidade deles! São quase 200 novos bacharéis por dia. É uma concorrência brutal na disputa por trabalho. Então, pensei em […]

Leia Mais

Machado de Assis era negro!

Os movimentos antirracistas me inspiraram a render honrarias a um menino pobre e preto, nascido em 21 de junho 1839, em um morro do Rio de Janeiro. Esse filho de pai negro e mãe branca é – quem diria! –  Machado de Assis, fundador da Academia Brasileira de Letras. Mas em sociedades racistas, figuras de […]

Leia Mais

Língua é poder: conheça linguagens sem palavras

É por meio da linguagem que nós influenciamos e somos influenciados! O tempo todo, criamos símbolos para comunicarmos o que desejamos, pensamos e sentimos. Linguagem é tudo isso – a maneira como nos expressamos.   E o mundo tem um oceano de linguagens, como a fala e a escrita. Mas, além desses 2 aspectos, elas […]

Leia Mais

Conheça meu curso EAD : “Comunicação escrita: ferramenta de sucesso”

Como muitos já sabem, em maio vou lançar o meu curso EAD sobre como escrever no mundo profissional. Ele tem o objetivo de ajudar você a progredir em sua carreira e em sua vida pessoal por meio de aulas rápidas, práticas e relevantes. Cursos à distância têm se tornado cada vez mais comuns para quem […]

Leia Mais

Como costurar ideias: faça conexões sequenciais

No artigo anterior, expliquei como podemos costurar ideias por referência. Nele, você aprendeu a substituir nomes por pronomes. Para dar continuidade à série de conexões, hoje vou ensinar a conexão sequencial. Para recordarmos… Sempre que você quiser retomar a ideia principal do seu comunicado, lembre-se de utilizar conectores. Eles facilitam – e muito! – a […]

Leia Mais

Como costurar ideias: conecte por referência

Você escreve, escreve e apaga. Novamente tenta porque viu que o texto ficou bagunçado. As ideias não estão se conectando; mas você não desiste porque seu chefe está cobrando, e colocar no papel é urgente. Tudo bem… muitas pessoas passam por essa situação. Por isso, resolvi escrever uma série de artigos sobre CONECTORES. No primeiro […]

Leia Mais